04/01/2012

O Seu Amor se Esfriou???

E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.
MAS AQUELE QUE PERSERVERAR ATÉ O FIM SERÁ SALVO.
(Mateus 24;12)
Em nome de Jesus espero que não.
Mas, quando Jesus diz que o amor de quase todos se esfriará é um percentual muito grande com relação ao mundo inteiro e isso é um alerta para todos. E este esfriamento do amor ocorre independente de raça, condição social, se veio de berço cristão ou não, estar em tempo integral na igreja, etc.
O que pode esfriar o amor?
O egoísmo, orgulho, a soberba, o amor ao dinheiro, a vaidade, a competição, a mágoa, o desejo de vingança, os que falam da vida alheia para os outros, a interpretação da lei mal empregada através das tradições, do legalismo e da religiosidade. Nos jornais sabemos de inúmeras notícias sobre, marido que mata a esposa, o namorado que mata a namorada por ciúmes, crianças abusadas pelo pai, pelo tio, mulheres que apanham de seus maridos, meninas novas engravidando, e muitas mulheres abortando seus bebes. Esses crimes não são somente dos nossos tempos, já existiam, porém, agora estão crescendo assustadoramente.
Todo pecado praticado continuamente além de esfriar o amor, nos afasta de Deus. O amor começa a se esfriar sutilmente quando o temor a Deus vai sendo desprezado.
Em provérbios 3:7-8 diz: “Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal; será isto saúde para o teu corpo e refrigério, para os teus ossos. O temor a Deus é o princípio da sabedoria."
Os falsos profetas estão aumentando, suas motivações são de interesse egoísta e diabólico, suas pregações nada têm a ver com o evangelho de Cristo que pregou amor e o perdão. O maior propósito de Cristo ter morrido por nós foi para nos reconciliarmos com Deus, Ele nos remiu de todos os nossos pecados. O reino de Deus está próximo e Jesus é o único caminho para se chegar a Deus. Nada, além disso.
Cuidado para que você não se torne a sombra do seu pastor ou a sua cópia. O único que pode ser referência de imitação é Jesus, porque Ele é perfeito, é o único caminho para se chegar a Deus.
É preciso discernir o tempo em que estamos vivendo, porque nem todos pode ser exemplo na Casa de Deus.
Os tarefeiros são vistos com bons olhos pelos membros da igreja, tem uma aparência de serem “mais” santos porque ficam até tarde na igreja trabalhando, mas, deixam a família em último plano, não lêem a bíblia e não fazem a devocional diária como deveriam, sendo assim, deixam de ter a visão clara que está a sua volta e podem ser uma isca para o diabo usar.

O amor já começou a se esfriar. Não vemos tanta tolerância entre irmãos, suportando uns aos outros, as famosas “panelinhas” tem a semelhança de partidos políticos. Irmãos tentam evitar conviver com outros porque estão feridos e não querem mais sofrer.
“Quem não ama a seu irmão permanece na morte. Qualquer que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele. Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos." (1 João 3:13-16)
Pastores precisam ser amigos e não competidores entre si. A igreja precisa resgatar os verdadeiros profetas. Os pastores precisam descer dos púlpitos para ter a visão correta de seus membros e saber o que tem em seus corações. É muito comum nas igrejas que o pastor presidente coloque líderes para complementar o seu trabalho, isso não é errado, porque até mesmo o sogro de Moisés o orientou que levantasse pessoas mais capacitadas para ajudá-lo e as questões mais difíceis seriam com ele.
Jesus não ficou somente pregando no templo, muito mais, Ele visitava as ovelhas e os pecadores em suas casas.
Aprendemos que o pastor tem a visão maior do que as ovelhas do rebanho. Bom, existem dois tipos de visão, a do pastor (extensivo a padres) que consegue ver as ovelhas pelos degraus a mais do púlpito quando prega, e aqueles que estão acompanhando o seu crescimento de perto. Qual será o pastor que realmente conhece a voz da sua ovelha? Por que enquanto fica no púlpito é somente a sua voz que será ouvida.
Seremos mais unidos quando nos reunirmos e pararmos para ouvir os problemas e as dificuldades uns dos outros. Pastores amigos de pastores, ovelhas amigas entre si. A igreja que Cristo sonhou não é aquela que tem ouro em seus púlpitos, ou um terno de excelência, as melhores cadeiras, o luxo do tapete, ou a acústica invejável, um louvor cheio de técnica para agradar somente a nós. A igreja de Cristo é aquela que pratica o amor, que teme a Deus acima de tudo e busca respeitar os princípios da palavra.
"Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca(injúria, ofensa), será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno. Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta. Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão. Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil". (Mateus 5:22-26)
No tribunal existe o Juiz que é Deus Pai e somente Ele pode se vingar dos nossos inimigos, o nosso advogado é Jesus, portanto, não há necessidade de julgarmos uns aos outros, ou de fazer justiça própria.
Porque com a medida que julgarmos seremos julgados também. O tribunal para o cristão não foi feito para acusar os irmãos, criticar, e sim para libertar os cativos.
Muitos estão perdendo o foco e Deus está alertando a todos a lembrar do que Ele já nos advertiu que nos últimos dias seríamos odiados por causa do Seu nome e que o juízo começará pela Sua igreja. A igreja não é de João, e nem de José ou Maria, a igreja não pertence a homens, os dons e talentos são para a edificação do corpo da igreja e não para vaidade.
O seu amor já se esfriou?
Precisamos avaliar o nosso comportamento. Acredito que uma boa forma de voltarmos a nos amar é vermos quem realmente nos tornamos. Nem sempre temos a visão correta de nós mesmos. Através da comunhão com Deus Ele poderá nos revelar. Podemos jogar fora as placas e declarar ao mundo que todos somos do Senhor e pregamos o mesmo evangelho de Cristo.
O diabo está tentando distrair a igreja, envergonhar o evangelho de Cristo lançando setas de ofensa, críticas e julgamentos para confundir o povo de Deus, porque a pessoa magoada ela tende a se isolar, ela evita a comunhão, legiões de demônios começam a cercá-la até que fique deprimida e fraca ao ponto de não ter o desejo de congregar.
A espada é a palavra de Deus e a fé o escudo de proteção contra o pecado. A Bíblia nos ensina como devemos nos comportar em cada situação. A unidade atrai a presença de Deus. Somos mais fortes quando estamos unidos, agradamos o coração de Deus e Ele nos abençoa, a partir daí podemos ser referencial do amor de Deus em toda parte. (Filipenses 2)
“Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes. Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus”. (Mateus 5;38-48)
Pra Lúcia Pandolfo

Nenhum comentário:

Postar um comentário