22/03/2012

Teologia da Prosperidade



“E disse ao povo: Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui. Propôs-lhes então uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produzira com abundância; e ele arrazoava consigo, dizendo: Que farei? Pois não tenho onde recolher os meus frutos. Disse então: Farei isto: derribarei os meus celeiros e edificarei outros maiores, e ali recolherei todos os meus cereais e os meus bens; e direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe, regala-te. Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.” Lucas 12:15-21
A teologia da prosperidade é corrupta e enganosa é como o coração, persuade corações aflitos que acabam sendo atraídos à cobiça. São seduzidos por palavras direcionadas ao desejo do coração de cada pessoa, sem qualquer direção de Deus.
A TP impede que o cristão tenha experiências com Deus, intimidade, porque quem está conduzindo a estratégia não é Deus e sim o homem. Quando o homem deixa de ouvir a Deus e ouve seu próprio coração Ele está sendo um suicida e ainda por cima tenta levar outros com ele pelo mesmo caminho.
A TP, não permite que o próprio Deus tenha a liderança na vida das pessoas para treina-las para a guerra. Não que Deus não seja auto-suficiente, Deus é um Deus que respeita nossas decisões e jamais violentará a vontade de alguém. Ele delicadamente busca nos mostrar o caminho, e cabe a nós escolher o caminho que nos leva as vantagens fáceis e duvidosas ou o caminho que exige mais do nosso tempo e dedicação.
Essas pessoas que estão debaixo desse engano estão mais propensas a idolatrar o falso profeta, porque ele usa palavras de encantamento e sempre busca se justificar quando são denunciados por enriquecimento ilícito, através de “curas e milagres”, é como se eles se defendessem dizendo: “Olha o que eu fiz por você!” Adão e Eva quando pecaram a primeira coisa que fizeram foram se esconder de Deus.
O que há por trás dessas palavras? O deus deles é Mamom.
A TP é como o jogo de azar, você pode ou não ser sorteado. O problema é que acabam culpando a Deus, mas, não foi Deus quem disse para ele agir daquela forma. Algumas igrejas usam métodos, como correntes de 7 dias, rosas, copos de água, para que as pessoas acreditem que ao fazer dessa maneira vão atrair Deus pra o interesse delas. A TP distorce os ensinos da Palavra de Deus.
Quando eu e meu marido passamos por um grande “deserto”, não tínhamos a onde conseguir dinheiro para pagar as contas ou comer, bastou que confiássemos n’Ele, e deixássemos Ele conduzir a situação. Nós pedimos o que precisávamos e aguardamos sem medo, sem murmuração, aguentamos firmes e Ele sempre nos supriu. Não foi preciso apelar para a TP.
Precisamos nos arrepender de nossos pecados e abrir os nossos corações a Deus e deixar que Ele seja o nosso líder, nosso governo, colocar nossas necessidades à Ele e Ele nos dará. Deus é perfeito, mas, o homem não é.
A TP é o homem manipulando o homem, além de leva-lo ao engano e conflitos piores, todo o seu objetivo é alcançar riquezas material a qualquer custo, pois a TP precisa justificar ou mostrar os seus resultados custe o que custar.
Esse tipo de evangelho que estão pregando não cuida, não apascenta as vidas, apenas tira o pouco que muitos tem, não foi esse evangelho que Jesus nos deixou.
Não se pode barganhar com Deus, e de Deus não se zomba!
Ao contrário do que é ensinada aos membros destas igrejas, que, eles logo alcançarão seus desejos, a TP adia as bênçãos de Deus. Eles apresentam atalhos que nunca levam a pessoa a realmente atingir o objetivo principal que é o Reino de Deus.
A prática da oferta com interesses é como se fosse uma troca de favores. O ofertante pode pensar: “Se eu dei para Deus essa oferta, logo, Ele tem que me suprir porque o pastor falou que Ele fará”, no entanto se isso não acontece Ele culpa a Deus. Esse tipo de oferta não é agradável a Deus porque é uma forma de barganhar.
Deus muitas vezes não realizará todos os desejos do nosso coração, porque, nem sempre o que pedimos é o melhor para nós ou o momento certo de receber a bênção.
Quem é o homem que se faz de deus pensando que pode dar ordens a Deus?
“...os que dizem: Com a nossa língua prevaleceremos; os nossos lábios a nós nos pertencem; quem sobre nós é senhor? (Salmo 12:4)
UMA PESSOA SÓ SERÁ MANIPULADA POR ALGUÉM SE ELA MESMA PERMITIR!
“Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebida, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.” (Tiago 1:13-15)

É PRECISO TER CUIDADO.

ESSA PRÁTICA NÃO ESTÁ EM TODAS AS IGREJAS EVANGÉLICAS, POIS, CENTENAS DE IGREJAS ESTÃO FAZENDO UMA GRANDE OBRA ATRAVÉS DO ESPÍRITO SANTO, LEVANDO PESSOAS A CURA EMOCIONAL, LIBERTAÇÃO DE VÍCIOS E SUAS VIDAS TÊM SIDO TRANSFORMADAS RESTAURADAS ATÉ NO FINANCEIRO POR CONSEQUÊNCIA DA OBEDIÊNCIA A DEUS.

SÃO VERDADEIRAMENTE APASCENTADAS POR PASTORES QUE AMAM AS VIDAS SEM TEREM QUE APELAR PARA MÉTODOS HUMANOS OU INDUZIDOS POR OUTROS dEUSES.

A MÍDIA PRECISA ACORDAR. OS JORNAIS FALAM MAIS DE ASSASSINATOS, DOENÇAS, CORRUPÇÃO, TRÁFICO DE DROGAS, DO QUE MOSTRAR OS FRUTOS QUE DEUS TEM FEITO NAS IGREJAS.

TODOS CRITICAM UNS AOS OUTROS, MAS, A MÍDIA TAMBÉM É EGOÍSTA PORQUE SÓ PUBLICA O QUE LHE CONVÉM, PARA CONQUISTAR O PRIMEIRO LUGAR NO IBOPE.

A PROSPERIDADE FINANCEIRA É CONSEQUÊNCIA DO NOSSO COMPORTAMENTO!

Deus disse para Adão ir trabalhar para se sustentar. O apóstolo Paulo também disse que aquele que não trabalhar que também não coma.

Os dons e talentos vêm de Deus, até mesmo as obras que realizamos não temos que nos gloriar porque estamos para servir, somos mordomos de Cristo, o que é que temos de nós mesmos? Tudo o que temos é do Senhor.

Precisamos denunciar o pecado para que o mal não contamine as mentes, e o Evangelho de Cristo venha a ser envergonhado. O evangelho de Cristo consiste em que nos arrependamos de nossos pecados, obedeçamos aos mandamentos e estatutos, e com fé, crendo em Cristo Jesus é que chegaremos ao Reino de Deus. E não através de manipulação ou persuasão humana.

"Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não sejais seus companheiros.Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz (Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade); Aprovando o que é agradável ao Senhor. E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as. Porque o que eles fazem em oculto até dizê-lo é torpe.Mas todas estas coisas se manifestam, sendo condenadas pela luz, porque a luz tudo manifesta." Efésios 5:6-13
"Ouvi agora vós, chefes da casa de Jacó, e príncipes da casa de Israel, que abominais o juízo e perverteis tudo o que é direito,
Edificando a Sião com sangue, e a Jerusalém com iniqüidade.
Os seus chefes dão as sentenças por suborno, e os seus sacerdotes ensinam por interesse, e os seus profetas adivinham por dinheiro; e ainda se encostam ao SENHOR, dizendo: Não está o SENHOR no meio de nós? Nenhum mal nos sobrevirá. Portanto, por causa de vós, Sião será lavrada como um e Jerusalém se tornará em montões de pedras, e o monte desta casa como os altos de um bosque." (Miquéias 3:9-12)

No amor de Cristo,
Pra Lúcia Pandolfo

Um comentário:

  1. Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça e as demais coisas vos serão acrescentadas.
    A TP prega o contrário: Buscai em primeiro lugar as demais coisas e o reino de Deus e sua justiça vos serão acrescentados.

    ResponderExcluir